Velho é a mãe!

50 anos e descobri porque sou velho para o mercado de trabalho!

Sou velho, pois já passei as mais diferentes crises econômicas, sabendo bem o que fazer, com foco, sem medo e motivado, criando as mais diferentes estratégias para alcançar as metas e objetivos!

Sou velho, pois ao contrário de gastar o tempo em redes sociais para ter o maior número curtidas, compartilhamentos, ou ter o maior número de informações desnecessárias que não contribuem com nada, dedico meu tempo ao aprendizado e melhor ação para um novo cliente.

Sou velho pois ao invés de estar participando dos mais diferentes grupos do WhatsApp, prefiro ter o foco nos resultados e isso é coisa de velho.

Sou velho pois, a cada desafio que me é dado, vejo uma oportunidade e sou motivado a isso ao contrário de ver isso como um fardo que aumenta o stress e ter que trabalhar mais.

Sou velho por querer contribuir com as equipes compartilhando experiências e não simplesmente olhar para próprio umbigo e dane-se os outros e a empresa. Afinal, o que importa é o salário e comissão no final do mês.

Sou velho por saber administrar minha vida financeira, pessoal, familiar, vivendo com qualidade, podendo trabalhar corretamente em minhas funções. Não precisando culpar chefe, empresa, nem ninguém pelos problemas que foram criados na própria vida.

Sim, nós acima de cinquenta somos velhos para o mercado de trabalho, afinal de contas temos objetivos bem claros, coragem, conhecimento, foco, respeito e determinação, sem mimimi!

Diferente de quem não sabe nem o que quer para os próximos 5 anos.

Dizem que o velho tem vícios, e eu concordo! Temos o vício da responsabilidade extrema, vicio de ganhar muito dinheiro mediante ao resultado, vicio de trabalhar organizado, de ter a faca nos dentes para ganhar um novo projeto, vicio de viver pela família.

Nós, os chamados velhos, fomos deixados de lado no mercado de trabalho sem pensar que nos momentos de dificuldade são os que mais tem a contribuir, mesmo sem MBA, Pós ou doutorado. Ficando a maioria das pessoas jovens em intermináveis reuniões tentando achar uma saída ou rezando para que o mercado saia da crise para que tudo volte ao normal!

Você que não é velho, aproveite com responsabilidade o seu tempo, pois o tempo passa para todos e infelizmente você também ficará velho!

Mas pensando bem, para todos os que pensam que existem velhos para o mercado de trabalho….

Velho é a mãe!

By | 2017-08-18T10:36:25+00:00 18/08/2017|

About the Author:

Marcelo Castro
Master Coach integral sistêmico, formado na FEBRACIS, estudioso dos princípios da psicologia positiva, fundador da Alvor Coaching, com mais de 25 anos de experiência e vivência no mercado corporativo. Saiba mais.